Papas de amido de milho

Bom dia gente gira 🙂

Se me acompanham há já algum tempo, sabem que o meu pequeno-almoço de eleição sempre foi uma boa taça de PAPAS DE AVEIA… mas não ultimamente. Pois é, eu não achava possível, mas a verdade é que comecei a enjoar um bocadinho as papas 😓

Para além disso, tenho andado com a barriga bastante dilatada, o que me fez pensar que se calhar ando a comer GLÚTEN em excesso.

Mas calma, antes que fiquem já com bichinhos na cabeça, deixem-me esclarecer-vos duas coisas:

  • Eu não sou apologista das dietas #glutenfree, visto que muitas vezes não há um real motivo as seguir! Pessoas que o fazem apenas porque sim acabam por retirar da sua alimentação também muitos outros nutrientes, como a fibra, vitaminas do complexo B e minerais como o ferro e o magnésio (apenas alguns exemplos). No entanto, há pessoas que sentem melhorias com a exclusão do glúten, ou porque têm mesmo alergia ou intolerância, ou porque há um EXCESSO NA SUA INGESTÃO, o que pode causar desconforto abdominal e inchaço, e até mesmo prejudicar o trânsito intestinal;
  • No caso específico da aveia, ela não contém glúten na sua natureza, mas acaba por ser CONTAMINADA aquando do seu processamento em fábrica, onde normalmente são manuseados também outros cereais, como a cevada, o centeio e o trigo; esses sim com glúten.

 

 

Para além de eu sentir que ando a exagerar no glúten (papas de aveia, panquecas, massa, pão…), também tenho bebido mais LEITE que o costume, o que também pode motivar este inchaço.

Tudo o que é saudável em EXCESSO também faz mal!

Pausa para esclarecimento nº 2: O LEITE NÃO É O MAU DA FITA! Está muitas vezes associado às doenças cardiovasculares (DCV), tal como os outros laticínios, mas as meta-análises mais recentes mostram uma associação neutra entre a ingestão de laticínios, independentemente do seu teor de gordura, e as DCV, mas eu aprofundarei esse tema mais à frente.

 

 

Bom, isto para dizer que nos próximos dias vou reduzir a ingestão de glúten e lactose, não por MODA ou por achar que são uns diabinhos, mas por achar que ando a exagerar na sua ingestão e que isso pode ser o motivo pelo inchaço que tenho vindo a sentir.

Por isso mesmo, hoje o dia começou com umas papas bem cremosas, mas em que a aveia deu lugar ao AMIDO DE MILHO (mais comercialmente conhecido por farinha Maizena®) e o leite a uma BEBIDA VEGETAL.

Pausa para esclarecimento nº 3: o amido de milho é um hidrato de carbono simples extraído dos grãos de milho. Não tem glúten, mas também não tem fibra, gordura ou proteína. É facilmente digerido, sendo uma excelente opção como PÓS-TREINO. Pode ser usado noutras alturas que não depois do exercício físico, mas deve ser “enriquecido” com outros alimentos que sejam fonte de proteína boa e gorduras saudáveis, tornando assim a refeição mais COMPLETA.

 

 

Pausa para esclarecimento nº 4: as bebidas vegetais não são nenhuns anjinhos. Para além de serem desprovidas de qualquer interesse nutricional, pois são apenas água tingida com frutos gordos ou cereais (a menos que sejam enriquecidas com cálcio e/ou vitamina B12), podem até ser fonte de açúcar ou gordura! É preciso ler os ingredientes escritos no rótulo antes de as comprar, evitando as que têm açúcar ou açúcar escondido sob a forma de dextrose. No máximo dos máximos, admite-se as que têm um bocadinho de gordura vegetal, por uma questão de textura, que mesmo assim deve estar presente numa quantidade inferior a 1g por cada 100mL. Neste caso, eu usei bebida vegetal por uma questão de textura e sabor.

 

 

Ana, e a receita é para hoje ou nem por isso? 

— Sim sim, desculpem, mas queria garantir que estávamos todos na mesma página. Vamos lá então!

 

DSC_0307.jpg

Papas de amido de milho

Sem glúten | Sem lactose | Vegan

Ingredientes (para 1 pessoa)

     Para servir

 

Procedimento

  1. Colocar todos os ingredientes num tacho pequeno, em lume médio, mexendo SEMPRE com uma vara de arames para não ganhar grumos;
  2. Quando as papas espessarem, passar para uma taça e preparar a banana caramelizada;
  3. Cortar a banana em rodelas médias e cozinhar numa frigideira antiaderente pincelada com o óleo de coco, em lume médio;
  4. Quando começarem a ficar acastanhadas por baixo (convém ir verificando), virar com a ajuda de um salazar e cozinhar mais uns minutos, em lume brando;
  5. Decorar então as papas com as lascas de coco, a banana caramelizada e as raspas de laranja.

 

DSC_0311.jpg

 

Nota: eu aqui em casa não tinha CLARAS DE OVO pasteurizadas, mas é algo que costumo utilizar para elevar o TEOR PROTEICO da refeição. Basta ir adicionando em fio quando as papas já estiverem espessas, mexendo sempre para não cozer de repente. Podem também bater as claras em espuma ou em castelo para aumentar a cremosidade e o volume da refeição… taça cheia, coração cheio, certo?

Com ou sem claras, estas papinhas ficam mesmo uma delícia 😋

Olhem bem para esta textura:

 

DSC_0313.jpg

 

Babaram? Então aproveitem o fim-de-semana para experimentar e digam-me o que acharam 🤗

Beijinhos

Laranja-lima

 

P.S.: podem adquirir os produtos da Origens Bio® com 10% de desconto através do cupão laranjalimanutri 🤑

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s