Batatas no forno com aioli de couve-flor

Sabem aqueles dias mais cansativos em que tudo o que apetece são umas batatas crocantes com molho? Aquele molho de alho incrível, sabem?

Bom, se não sabem, estão a falhar na vida 😌

Eu cá tenho desses dias, e na semana passada houve um deles, mas o molhinho foi feito com #nutritwist, claro – O AIOLI FOI FEITO COM COUVE-FLOR🤯

Fácil de fazer, bem mais saudável, e vegan, claro.

receita de batatas crocantes com maionese de alho vegan
Batatas crocantes no forno com aioli de couve-flor

Ingredientes

Rende para 4 porções

Batatas / Potato wedges:

🥔 5-6 batatas médias com casca
🥔 Azeite q.b.
🥔 Sal e orégãos q.b.

Aioli / Maionese de alho vegan:
🍟 1 cabeça pequena de couve-flor (~300g)
🍟 50g de bebida vegetal neutra (soja/ amêndoa…)
🍟 1 c.sopa de azeite
🍟 1 c.sopa de sumo de limão
🍟 1 dente de alho pequeno
🍟 Sal a gosto

Método

Começa por lavar muito bem as batatas com a casca. Para além de a casca ser nutritiva, não desperdiças comida e ainda ficas, no final, com uma efeito mais crocante.

Depois, corta em gomos as batatas – eu optei por cortes longitudinais, o importante é que os gomos tenham um tamanho e grossura semelhante, pois vão ficar o mesmo tempo a cozinhar. Coloca as batatas cortadas numa panela com água (de forma a que as batatas estejam cobertas) e com uma colher de chá de sal. Deixa cozer por cerca de 7 minutos (ou então até espetares o garfo e não oferecer muita resistência).

Escorre, passa por água fria, e alinha num tabuleiro forrado com papel vegetal (reutilizável), uma a uma – não queremos que as nossas batatas fiquem amontoadas!

Tempera com sal grosso, orégãos e um fio de azeite e vai lá com um pincel (por exemplo de silicone) para garantir que ficam todas cobertas.

Leva ao forno a 180°C por 15min + outros 15min com ventilação.

Nesse entretanto, faz o aioli.

Corta a couve-flor em floretes (reserva o troncho para uma sopa!), lava bem e coze por uns 10-15 minutos – pode desfazer-se, não tem mal nenhum.

Escorre, passa por água fria e coloca no copo da varinha-mágica ou simplesmente num recipiente onde caiba a varinha-mágica. Junta a bebida vegetal, o azeite, o sal e o dente de alho sem pedúnculo (usa um pequeno, senão vai ficar demasiado intenso). É importante retirar o pedúnculo (há quem chame de germe), para não causar mal-estar nem má-disposição após o consumo do molho, e para não filar com um hálito tão intenso.

Tritura com a varinha-mágica até ficar bem macio e cremoso. Adiciona sumo de limão aos poucos, consoante o teu gosto. Eu, por exemplo, usei uma colher de sopa, mas esta parte depende mesmo do que tu gostas!

Retifica os temperos e reserva até as batatas estarem prontas.

Já está 😁

Conservar

No caso improvável de sobrar “maionese” de alho vegan, podes guardar no frigorífico durante aproximadamente 3 dias. Usa sempre o teu nariz (e paladar) para ter a certeza de que ainda está em condições de ser consumido.

receita batatas crocantes com molho de alho

Vegetal e sazonal

Deixo-vos ainda informações sobre a época de colheita, ou seja, a melhor altura para consumir e comprar as hortofrutícolas utilizadas nesta receita. É uma componente importante para quem procura uma alimentação e dieta mais nutritiva, equilibrada e sustentável.

Para além da sazonalidade, procurem alimentos locais, regionais ou então nacionais em primeiro lugar, pois são mais amigos do ambiente. Isto deve-se ao curto transporte que os alimentos tiveram entre o campo e até chegar a tua casa. Desta forma puderam ser apanhados na altura correta, quando estavam maduros e não verdes ainda – como acontece com os hortícolas, frutos e frutas que vêm de outros continentes ou mesmo países vizinhos. Além disso, ajudamos a economia local.

Alho: A colheita do alho pode variar entre 4 a 9 meses após a sua plantação no outono ou inverno. Para além disso, o alho pode ser armazenado durante muito tempo, daí estar todo o ano disponível em Portugal.

Batatas: Em Portugal, a concentração da colheita da batata é entre Maio e Setembro. No entanto há colheitas da batata todo o ano, devido às diferentes espécies com diferentes tempos de plantação. Por exemplo a batata primor, de tamanho pequeno e médio, é de curta plantação, já a batata de conservação, que são as batatas maiores, têm ciclos mais longos.

Couve-flor: Deve ser colhida no inverno, primavera e início do verão.

Receitas Simples de Hambúrgueres Vegetarianos

Eu servi com os meus hambúrgueres vegan de feijão e com alface caseira, mas honestamente, ficava feliz só com as batatas 😅

Deixo-vos aqui mais receitas de hambúrgueres vegetarianas e vegan para acompanharem com este saboroso molho de alho (maionese de alho vegan):

Hell-Yeah Burger

Uma receita bem simples, mas com aquele wow factor que deixa qualquer uma com água na boca 🤤

PROMETAM-ME QUE VÃO EXPERIMENTAR 😍 E eu prometo-vos que não se vão arrepender!

And brace yourselves, garlic breath is coming 🤭

Quando fizerem o vosso molho de alho, partilhem comigo no instagram @laranja.lima.nutricao – e se quiserem ver este artigo em modo publicação de instagram, carreguem aqui “BATATAS CROCANTES com AIOLI“.

P.S.: Há alguma coisa que a couve-flor não consiga fazer? 

Beijinhos,

Laranja-Lima

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s